Trem Brasília para Goiânia – Por que não resolvemos o problema do transporte primeiro?

Uma das últimas notícias sobre transporte, é a conclusão de um estudo, e só esse já custou mais de 5 milhões de reais, sobre um trem para ligação entre as capitais Brasília e Goiânia. O “Expresso Pequi” – nome horroroso – visa estabelecer uma linha de trem de alta velocidade para a ligação destas cidades.
Esse projeto já não é novo, como tudo no Brasil que venha a beneficiar o povo, ele anda a passos de tartaruga. Mas convenhamos que antes de medir esforços em uma empreitada tão grande, por que raios o Governo de Brasília não resolve de vez a situação desde sempre precária do transporte na Capital? Ou ainda por que não busca implementar soluções que melhorem nosso trânsito?
Só ter uma frota renovada não resolve. Existem abusos contra o passageiro, horários ruins, linhas mal aproveitadas ou até linhas que deveriam existir, o aperfeiçoamento da bilhetagem e a melhoria da estrutura, como dos terminais, uma verdadeira modernização da Rodoviária do Plano Piloto. Falta uma integração de verdade, e por falar nisso, porque não terminam o Metrô?
São essas e muitas outras questões que devem ser observadas pelo atual governo. Com um transporte descente, perdemos menos tempo, esquentamos menos a cabeça e a qualidade de vida na capital pode ganhar uma mudança. Deve se pensar no que está perto e no que afeta diretamente a população.  Em nosso país, a maioria dos projetos grandiosos servem apenas para encher os olhos e não o orgulho da população.
Jeff Lima
Anúncios

SONS DA NOVA TERÁ EDIÇÃO ESPECIAL EM BRASÍLIA COM JOTA QUEST

Show acontece em parceria com o Hípica Hall, em abril, e marca oito anos do Projeto
O projeto Sons da NOVA completa oito anos em 2016. Para comemorar, os mineiros do Jota Quest farão uma edição especial em Brasília, que acontecerá no Hípica Hall, no dia 7 de abril, às 22 horas.
Com uma mistura sonora diferente, eles apresentarão as músicas do disco “Pancadélico”, – lançado no final do ano passado – que tem uma vibração dançante e recria os divertidos bailes dos anos 1970 e 1980. Além das atuais “Blecaute” e “A Vida Não Tá Fácil”, fazem parte do repertório os sucessos “Encontrar Alguém”, “Na Moral”, “Do Seu Lado”, entre outros.
O Projeto Sons da Nova, da NOVABRASIL FM, existe desde 2008 e procura aproximar os fãs de seus ídolos. Mensalmente, a Rádio realiza shows de artistas nacionais, queridos dos ouvintes, e promete, em 2016, repetir o sucesso com os fãs de Brasília.
Até hoje já foram feitas 182 edições, com 84 artistas diferentes, incluindo grandes nomes da música brasileira como: Djavan, Zeca Baleiro, Maria Rita, Gilberto Gil, Vanessa da Mata, Simoninha, Luiza Possi e tantos outros.
O projeto contou, desde sua estreia, com diversos patrocinadores, como: GM, PX, Targifor C, Azeite Andorinha, Shopping D& D, Pastilhas Valda, Tech Line, Claro, Colírio Moura Brasil, Aspirina, Correios, Panco, Lojas Colombo e Shopping Paulista.
NOVABRASIL FM
A rede de rádios NOVABRASIL FM está presente em cinco cidades brasileiras – São Paulo 89,7; Campinas 103,7; Brasília 97,5; Salvador 104,7; e Recife 94,3. Em seu DNA, a Rádio tem a preocupação de sempre promover a cultura musical do brasileiro, lançando artistas e consagrando os novos ídolos. Com um público qualificado e fiel, composto por formadores de opinião das classes AB, a NOVABRASIL FM se destaca entre suas concorrentes por sua programação diferenciada, o melhor da moderna música brasileira. http://www.novabrasilfm.com.br

SONS DA NOVA COM JOTA QUEST

Local| Hípica Hall

Data| 7 de abril

Horário| 22h

Preço| A partir de R$60,00

Telefone| (61) 3345 6879/ 3345 0011 / 8140 2858

Capacidade| 3 mil pessoas

Censura| 18 anos

Duração| Aproximadamente 1h30

Abertura da casa| 2h antes do espetáculo

Formas de pagamento| Dinheiro / Cartões (Débito e Crédito)

Estacionamento | 30,00 por veículo

Ar condicionado

Acesso para portadores de necessidades especiais

Informações e compra de ingressos:  www.bilheteriadigital.com.br / https://www.bilheteriadigital.com/sons-da-nova-07-de-abril

# HÍPICA HALL – Setor Hípico Sul, Área Especial, lote 8 | Asa Sul Brasília

(Horário de atendimento: segunda à sexta, das 10h às 17h30)


# PONTOS DE VENDA

Shopping Pátio Brasil (Asa Sul)

Shopping Liberty Mall (Asa Norte)

Alameda Shopping (Taguatinga)

Fonte| NOVABRASIL FM

Videos legais -Super construção do AIDA Prima

kopio-aidaprima-koeajo-1_puts_pienenn-800x700

Quem me conhece ja sabe que gosto de algumas coisas exageradas. Coisas como o Antonov 225, um motor v12, casas assustadoras e etc. Além destes, também sou apaixonado por navios, especialmente os maiores.

Uma dica de vídeo que deixo hoje aqui, é o da construção do navio de cruzeiro Aida Prima. ele nem é um dos maiores, mas o vídeo ficou bem legal. Observe o tamanho das peças e o encaixe perfeito que os caras conseguem fazer.

Dicas de como escolher um Hostel — Posso Dar Uma Dica?

Originally posted on Lore Gomes por aí: Os hostels ou albergues são opções de hospedagem mais econômicas geralmente muito procurado por mochileiros e quem viaja sozinho. Mas muitas pessoas tem receio de ficar em um hostel pela primeira vez e acaba pagando uma diária bem mais cara de um hotel. Eu tinha esse receio, ainda…

via Dicas de como escolher um Hostel — Posso Dar Uma Dica?

Por que muitas pessoas não gostam do Windows Phone?

Antigamente e nem tão antigamente assim, cada telefone carregava apenas o seu sistema operacional proprietário, criados em java pelas próprias Nokia, Samsung, Sony Ericsson e etc. Alguns, eram muitos bons, como o Symbian S60 (coisa mais linda) e os expertos e leves que vinham nos celulares da Sony.
Bom, mas isso tudo é passado e hoje sofremos ou somos felizes com o Android do Google, O Windows da Microsoft, o OS da Apple e ainda Mozilla, Linux e ainda o ASha, nos features phones da quase extinta Nokia.
Em termo de idade, o Windows Phone, apenas de uns 2 anos pra cá, 2015, é que está sendo melhor aceito. A demora do sucesso do Sistema Operacional se deu pela grande dominação da plataforma Android.
Rodando em telefones baratinhos, até em aparelhos top de linha, o Android é fácil de usar e milhares de aplicativos legais seduziram os consumidores. Coisa que a plataforma Windows começa a alcançar.

 

 
Mas por que será que muita gente não gosta do Windows phone?

 

Ora! Costumamos não gostar do que não conhecemos. De tão acostumados com a cara engraçadinha do Android, seus fartos aplicativos e mesmo travando depois das atualizações dos mesmos, ao nos depararmos com a simplicidade do Windows, gráficos objetivos e poucos efeitos de tela, aquilo tudo parece ser muito sem graça. E ponto! é apenas isso.
O Windows phone é bom?
Quem vos escreve já utilizou todos as plataformas para telefone celular disponíveis no Brasil. Do preto e branco a telas com milhões de cores, dos mais baratinhos aos mais caros e a minha opinião sobre o Windows… Sim é uma ótima opção e aparentemente não há defeitos. Exige menos memória que o Android para funcionar, ou seja, trava menos.
Em comparação com o que tenho na gaveta, meu Nokia 630, que nem é mais produzido, funciona bem melhor que meu Iphone 4, e custou muito menos.
Outros argumentos, mas câmera de um é melhor que outro, tela de um brilha mais e etc…São todos relativos. Perto dos celulares com Android, o Window Phone é mais novo. Já vi celulares Android que eram horríveis de usar, quanto ao Windows, um dos aparelhos de entrada era o Nokia 520, que você encontra funcionando perfeitamente por aí.
No fim de tudo, o Windows exige menos hardware para funcionar, e se colocarmos uma boa memória e um bom processador, ele vira só alegria. É simples como o OS da Apple e menos carregado que o Android da Google.
Contudo, a escolha é sua. 🙂

 

Um video do youtube, confira a dica do canal Ponto Geek

Quer diversão? Que tal uma corrida com veículos do aeroporto!?

jeff na web corrida veículos de aeroporto top gear bbc

As vezes precisamos ver alguma coisa diferente, engraçada ou inusitada para quebrarmos a rotina. Pescando pela internet, volta e meia paro para assistir as novidades, ou as loucuras, do programa Top Gear, seja na versão dos EUA ou na versão inglesa.

Mesmo pouco carismáticos, a versão inglesa tem alguns episódios muito malucos. Um deles, este que recomendo, é uma corrida com aqueles veículos de serviço que qualquer aeroporto tem.

Do ônibus, veículo de carga a caminhão de gasolina, muitas curvas malucas, manobras insanas e batidas que renderam uma matéria muuuuito legal. Assista logo abaixo que maluquice;

Jeff Lima – Estudante, curioso e Blogueiro

Última edição da Bear Celebration do ano acontece neste sábado (19)

No sábado,19, acontece a última edição de 2015 da Bear Celebration. A festa mais charmosa de Brasília preparou uma edição de natal animada que promete esquentar o flutuante I Maestri (atracado atrás do Pier 21) com vários Djs. Os convidados terão como pano de fundo a bela vista do lago Paranoá e  a participação de Djs renomados, como a revelação das noites de São Paulo o DJ Lucio Balla, residente que promete trazer o melhor da década de 80 e 90.
Quem também vai colocar todo mundo para dançar com sua setlist de pop nacional e internacional é o DJ Manga, além da batida eletrizante do brasiliense Felipe Mutti que sempre tocou nas grandes labels da capital. Para completar a noite o  DJ João Paulo Muniz que já tocou com grandes nomes da cena eletrônica como Tommy Love,Filipe Guerra se apresenta com uma seleção especial de house music. Os ingressos antecipados custam  R$30 e R$ 40,00 na portaria até 0h para homens e mulheres pagam R$ 80,00 (preço único).
Os organizadores esperam receber cerca de 450 convidados. A Bear Celebration é famosa por reunir a comunidade homossexual dos ursos conhecidos por serem barbudos, peludos e aceitarem sua forma física. Para o organizador Thiago Batticelli, os ursos estão ganhando cada vez mais espaço. “Muitas pessoas carregam estereótipos associados aos homossexuais. É claro que a diversidade sexual é imensa e qualquer pessoa pode ser homossexual, não podemos padronizar”, conta.
Os ursos também ganham espaço nas redes sociais, são centenas de páginas e grupos do Facebook dedicadas a está comunidade que surgiu em 1980 em São Francisco como uma vertente do gay motociclista. O termo foi criado por homens que sentiram que a cultura gay não aceitava muito quem não se enquadravam no estereótipo “Twink” (jovem e sem pêlos).
Garanta seu ingresso para a última BEAR do ano pois o primeiro lote da festa já está quase esgotado.
Bears Celebration – Jingle Bears ano IV

Data: 19/12/2015

Hora: 23:00 horas

Local: Flutuante I Maestri, ancorado atrás do Shopping Pier 21

Atrações: 

Dj Lucio Balla – Residente

Dj Manga – SP

Dj João Paulo Muniz – SP

Dj Felipe Mutti – DF

Valores Antecipados:

Masculino

R$30,00 1º Lote e R$ 35,00 2ºLote na Aloja.Com na 307 sul

R$35,00 venda on line*

Vendas on line:

https://www.sympla.com.br/bears-celebration-ed-jingle-bears__51423

*Valor não incluso taxa de serviço

R$45,00 (portaria até as 0h)

R$50,00 (portaria após as 0h)

Feminino

R$80,00 (preço único)

Aceitamos todos os cartões de crédito e débito

Classificação etária: 18 anos

Acesse

www.cerradobears.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/CerradoBears/

Instagram: @cerradobears

Fonte: Vits Comunicação

Google comemora o 245º Aniversário de Beethoven

google bethoven

Muuuuuuito legal a animação interativa em comemoração ao 245º Aniversário de Beethoven! Através de um joguinho interativo, você pode organizar as partituras para passar da próxima fase. É um breve dos maiores sucesso de um dos reis da música clássica. Entre na página inicial do Google e confira! Recomendo no Google Chrome.

Jeff Lima

Especial! Porão do Rock 2015

 

Anualmente um dos eventos musicais mais esperados de Brasília é sem dúvida o Festival Porão do Rock. Há anos, a festa que mistura a pegada sustentável, doação de alimentos, campanhas educativas e é claro o Rock n’ Roll é compromisso certo do rockeiro do Distrito Federal.
Em 2015, depois de alguns atrasos, o festival só veio ocorrer no mês de Dezembro e em apenas 1 dia. No último dia 05, um sábado, as atrações começaram ainda durante a tarde, com oficinas e shows das bandas Beer and Mess, Ingrena HC, Calvet e The Stucks, que animaram os primeiros a chegar e a turma do skate.
A estrutura contou com 4 palcos, 3 fixos e uma carreta. Nos palcos principais uma banda se apresentava assim que a outra terminava no palco vizinho de forma alternada. O palco do fundão, o Souza Cruz, foi dedicado ao Rock Pesado, e por ele passaram banda como Angra, DFC, Galinha Preta, Kankra entre outros. Mesmo com a caminhada, o publico não desanimava e gritava no ritmo das bandas. A galera estava pronta para a “roda punk”.
Além disso, ainda podia-se curtir o salto de Bungee Jumping, pista de skate, mostras artísticas, e a comida de Food Trucks.

 

Por uma questão de tempo e prazos, o line up de 2015, contou com menos bandas que nas edições anteriores, fazendo desta edição, um festival mais compacto, porém com a mesma qualidade de outras edições. Confira aqui a lista completa.
Como uma forma de atender aos pedidos da cena local, este ano o Porão do Rock deu destaque para o rock de Brasília, abrindo espaço desde as seletivas para bandas conhecidas do DF e Entorno, que puderam se apresentar em um mesmo festival, com bandas já conhecidas por todo o Brasil, como o Capital Inicial, Paralamas do Sucesso e Raimundos.

 

Falar em “Paralamas”, a banda de Herbert e companhia é como sempre um dos pontos mais animados do Porão do Rock, a várias edições a banda vem prestigiar o público do festival, que canta e pula com os seus maiores sucessos. O tempo parece não passar para os Paralamas do Sucesso!
Uma apresentação que também vale destacar, foi a do grupo Scalene. De Brasília, para todo o Brasil através do programa Super Star, a banda tocou em um dos palcos principais este ano, fazendo o público pular com sucessos que já emplacaram na cena do rock nacional. A banda já havia se apresentado em edições anteriores do Festival, mas em 2015, certamente esse foi um momento especial, por fazer parte de uma nova fase na carreira dos caras.

 

Quase para encerrar o Porão 2015, e em uma bela homenagem ao rock de Brasília, a apresentação da Plebe Rude, com todos os sucessos que marcaram a época de destaque na história da banda, esquentava os rockeiros que ainda permaneciam de pé para o encerramento com o Raimundos.
Também de Brasília, os Raimundos sempre dão as caras no Porão do Rock. É umas daquelas bandas que não pode faltar. Nesta edição o show dos caras misturou suas músicas mais conhecidas, com lançamento de novos trabalhos.
O Porão do Rock 2015, mostrou mais uma vez, como é possível se divertir, curtir um som e ainda realizar ações de ajuda ao próximo. Não temos números oficiais de público, mas visualmente, pode-se constatar que a presença foi menor, porém tão animada e significativa para o gênero como sempre.
Falar em diversão e público, confira abaixo mais algumas imagens do festival e da galera que passou por lá;

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Rock DF agradece a equipe do Porão do Rock pelo credenciamento em 2015 e ao público que se permitiu fotografar para essa matéria. Obrigado e até o próximo Porão!