Agnelo | Ex governador afirma que sua gestão ainda será reconhecida… Que coisa ein!

Sem dúvida existem muitos malucos em Brasília, eu até me considero meio maluco, mas no meio político um recordista histórico é o graças a Deus, ex governador Agnelo Queiroz.
Depois das suas férias e de atestados prolongados, passeios por Miami e etc, a criatura voltou ao DF para dar explicações sobre o caos que era a sua gestão. Todos somos testemunhas dos rombos que vão desde o escandaloso Estádio Nacional até a falta de pagamento de servidores da saúde, lembrando que Agnelo é médico, e o mais clássico, o matagal que crescia por toda a cidade.
Cheio de assessores e pilhas de papel com números, Agnelo chega para tentar se explicar e afirma que fez um bom governo. Ora! Ora! Agnelinho, foi tão bom, que a população não quer te ver nem banhado a ouro. Veja na matéria do Correio
Mesmo assim, Agnelo afirma que um dia “O seu governo ainda será reconhecido”…Uai e já foi, o Governo Agnelo é reconhecido oficialmente como um dos piores que já tivemos. E devemos lembrar que a zona não era só no Gabinete do Governador. Se fizeram de cegos e deixaram muita coisa ruim acontecer, a nossa Câmara Legislativa, o Tribunal de Contas entre outros, que deveriam estar reprimindo o caos e que só vieram se manifestar depois que o governo do Agnelinho acabou.

Bora tomar vergonha pessoal! Pra frente Brasília!

Jeff Lima DF

Anúncios

Câmara Legislativa | Na falta do que fazer aprovam projeto que reserva vagas exclusivas para advogados em órgãos públicos.

Às vezes me impressiono com algumas coisas que acontecem em Brasília. Como pode uma cidade tão moderna possuir uma Câmara Legislativa cheia de deputados sem noção. Ao invés de trabalharem para a sociedade em geral, cumprir toda aquela balela que usuram para iludir o povo e ganhar voto, eles se sentam para pensar na próxima medida ridícula que vão aprovar.
Quando vai chegando um período de férias então, eles ficam maluquinhos para votar logo e nem se importam com a atenção que deveriam dar as pautas em questão.
Uma das últimas foi um projeto que prevê vagas exclusivas para advogados em estacionamentos de órgãos públicos. Esta bizarrice foi proposta pelo Deputado Agaciel Maia e foi votada pelos outros coleguinhas de casa.
Brasília já tem um problema grave de vagas em qualquer estacionamento. Reservar vagas para uma categoria específica não é solução e só vai agravar a situação. Um dos pontos propostos é que isso agilizaria o trabalho dos advogados, ao chegar com seus processos nas repartições beneficiando o cliente.
Não estou querendo desvalorizar qualquer categoria, mas dar exclusividade não é justo! Médicos, enfermeiros, babás, dentistas e muitos outros profissionais são importantes, já pensou se a moda pega e começam a fatiar estacionamentos para cada categoria?
A OAB aprova a ideia! Ora, mais claro que vão aprovar, eles são da categoria beneficiada!
A Câmara Legislativa deveria se ocupar em buscar soluções e não em projetinhos que beneficiam alguns e esquecem o resto. Estacionamento é direito de todos! E os carros especiais, que realmente são importantes (Bombeiros, Ambulâncias, Serviços Básicos de manutenção) já tem vaga prevista e sinalizada pelas normas de trânsito.
VAMOS TRABALHAR DE VERDADE E PARAR DE FAZER BESTEIRAS! Os deputados devem honrar o seus compromissos com o DF.

700 milhões de reais – O Asfalto e a Chuva

jeff na web brasília chuva asfalto governoQuem não lembra das animadas publicidades do GDF, mostrando os “Feitos” do Governo Agnelo Queiroz? Bom, para não lembrar de tudo, vamos nos atentar a uma coisa bem legal. Em 2014 o GDF, comandado pelo então governador Agnelo Queiroz, iniciou um plano para renovar o asfalto de “todo” o Distrito Federal, digo “todo” pois essa era a promessa. Bom aos poucos as maquinas trocaram a “casca asfáltica” no Plano Piloto e depois seguiram para as satélites.

Nas palavras do próprio governador, o brasiliense teria asfalto novo, alí na porta de suas casas e não  só em vias principais. Pois bem, ví pessoalmente a troca da “casca asfáltica” em algumas satélites, em vias principais, vou citar Taguatinga, onde fizeram o serviço na Via Comercial Norte e esqueceram das Samdús, Ceilândia, também apenas no comércio entre vários outros pontos isolados.

Na própria Cei (Ceilândia) no mês da eleição, a Secretaria de Obras “estacionou” os tratores numa esquina no Setor O. Ainda cutuquei minha mãe; Olha aí nega, isso é enfeite, não tem ninguém trabalhando. E de fato, não tinha ninguém trabalhando. O asfalto alí naquele local ja tem mais de 20 anos, e a via abaixo só recebeu leves retoques, o clássico “Tapa Buracos” que eles adoram fazer.  Dessa mesma forma, o novo asfalto chegou nas outras cidades, picotado, obras apenas em alguns pontos.

700 milhões de reais, é muito dinheiro! Essa obra foi anunciada e iniciada antes do período de eleição e como ainda estava em andamento, virou promessa no portfólio do candidato e Governador Agnelo. Talvez, ele viu que não ia dar conta, visto o tamanho da desordem na administração da Capital e resolveu usar como vantagem para ganhar o voto de algum louco.

Ok, 700 milhões de reais! É um dinheiro muito bom. Mas vamos ao porque do post. No último dia 16/12, noite de terça, caiu um baita temporal sobre o DF. O grande volume de água, somado ao matagal e a sujeira nas ruas gerou uma série de inundações, rios, correntezas, era água pra ninguém botar defeito! Tinha água dentro das lojas, no shoppings, cinemas, garagens e quem diria “belas” as corredeiras nas quadras 300 e 200 das Asas Sul e Norte. Em Vicente Pires, teve gente que conseguiu até passear de JetSki (moto aquática é muito feio de falar ou escrever).

E o ASFALTO onde entra nessa história?

Bom, se você é como eu, repara bem nas coisas e ruas por onde passa. Durante as obras ví que o novo asfalto foi colocado em muitos lugares desobedecendo alguns padrões. Entradas de boeiros ficaram parcialmente cobertas, outras ficaram reduzidas e sem falar no nível. Mesmo que fino, o asfalto deixou as vias mais altas, em alguns locais quase engoliram o meio fio. Erros gritantes de planejamento e execução da obra.

ENTÃO, agora que temos uma casquinha de asfalto nova, que impermeabilizou o solo e prejudicou o escoamento pelos boeiros, hummm, com uma CHUVINHA que anda caindo no fim do dia…o que temos? Enchente e muita aventura para os cidadãos da Capital!

Antes que eu esqueça, 700 milhões de reais! 🙂