Agnelo | Ex governador afirma que sua gestão ainda será reconhecida… Que coisa ein!

Sem dúvida existem muitos malucos em Brasília, eu até me considero meio maluco, mas no meio político um recordista histórico é o graças a Deus, ex governador Agnelo Queiroz.
Depois das suas férias e de atestados prolongados, passeios por Miami e etc, a criatura voltou ao DF para dar explicações sobre o caos que era a sua gestão. Todos somos testemunhas dos rombos que vão desde o escandaloso Estádio Nacional até a falta de pagamento de servidores da saúde, lembrando que Agnelo é médico, e o mais clássico, o matagal que crescia por toda a cidade.
Cheio de assessores e pilhas de papel com números, Agnelo chega para tentar se explicar e afirma que fez um bom governo. Ora! Ora! Agnelinho, foi tão bom, que a população não quer te ver nem banhado a ouro. Veja na matéria do Correio
Mesmo assim, Agnelo afirma que um dia “O seu governo ainda será reconhecido”…Uai e já foi, o Governo Agnelo é reconhecido oficialmente como um dos piores que já tivemos. E devemos lembrar que a zona não era só no Gabinete do Governador. Se fizeram de cegos e deixaram muita coisa ruim acontecer, a nossa Câmara Legislativa, o Tribunal de Contas entre outros, que deveriam estar reprimindo o caos e que só vieram se manifestar depois que o governo do Agnelinho acabou.

Bora tomar vergonha pessoal! Pra frente Brasília!

Jeff Lima DF

Alienware 18 – Um monstro de notebook

Ahh como eu queria ter algum saldo na conta bancária! Um bichão desse aí ia me ajudar muito…mesmo eu não utilizando ele para jogos! O novo modelo da Alienware é um montro em tamanho e também em suas configurações. Confira;
“A empresa anunciou, na última quarta-feira (19), o Alienware 18, que foi construído com um “foco claro na perfomance, na confiabilidade e no design icônico”. A intenção da companhia é entregar aos gamers um dos computadores portáteis mais poderosos da atualidade.
O Alienware 18 dará a possibilidade dos clientes escolherem entre duas opções de GPU: uma dual NVIDIA 970M ou ainda uma dual NVIDIA 980M. Para complementar, a CPU estará composta de um processador da quarta geração da Intel K-series.
A tela será de 18 polegadas, e o modelo poderá ser expandido para ter até 32 GB de memória RAM e quatro discos rígidos. Os preços serão variáveis. O modelo mais simples do Alienware 18 custará US$ 2,599 mil (cerca de R$ 8,9 mil em conversão atual), enquanto o modelo top de linha chegará a US$ 4,7 mil (ultrapassando R$ 16,2 mil na mesma conversão).”

Apesar do anúncio, a Alienware não detalhou uma data oficial de lançamento para o Alienware 18. Mas já foi suficiente para você desejar um?

Especificações técnicas (modelo Top)

   – Processador: Intel Core i7-4940MX de quarta-geração
   – Quantidade de cores: 4
   – Cache: 8 MB
   – Clock máximo: 4,4 GHz (Boost)
   – Memória RAM: 32 GB
   – Clock de memória: 1.600 MHz
   – HD: 1 TB
   – SSD: 512 GB
   – Drive óptico: Gravador de DVD
   – Wi-Fi: 802.11ac
   – Bateria: 8 células
   – Dimensões: 45,65 cm x 32,48 cm
   – Espessura: 5,67 cm
   – Peso: 5,472 Kg

Fonte: Tecmundo / DELL

Presidente do Tribunal de Contas do Distrito Federal, Renato Rainha, recebe blogueiros de Brasília

BlogsDF_TCDF_003

No encontro, foi claro a abertura do TCDF para receber denúncias da população em geral, reservado o anonimato e o interesse do órgão

Na última quarta-feira, 12 de agosto, um grupo do Movimento Social dos Blogueiros de Brasília, esteve no gabinete do presidente do Tribunal de Contas do Distrito Federal – TCDF, Renato Rainha, para conhecer as ações realizadas pela atual gestão e abrir o diálogo das novas mídias com o órgão.BlogsDF_TCDF_004

Renato Rainha recebeu um grupo de blogueiros para um café da tarde, seguido de conversa sobre algumas questões de interesse do grupo: 1- Missão do TCDF, 2 -Qual posição/avaliação em relação ao atual governo, 3 – O impacto ambiental do lixão/Aterro sanitário em Samambaia-DF, 4 – A regulamentação do projeto que destina 10% para blogs, sites e jornais, 5 – As derrubadas no DF, em especial na Orla do Lago Paranoá, que é de competência do executivo e 6 – A dívida do Governo de Brasília, com os blogs e sites, que não há data provável de pagamento.

O Tribunal é um órgão administrativo, portanto não faz parte do Poder Judiciário. Vincula-se, por sua missão, ao Poder Legislativo local, mas é órgão autônomo”,esclareceu Rainha, que este ano já esteve fiscalizando a qualidade do asfalto em Águas Claras e outras regiões do DF.
BlogsDF_TCDF_007

O Movimento Social dos Blogueiros de Brasília, coordenado pelo jornalista e comunicador, Eldo Gomes, faz ações em prol do coletivo desde 2011. Este ano esteve com o setor produtivo, na ACDF, com a colaboradora do executivo, com Márcia Rollemberg, com o Sindicato dos Jornalistas do DF e agora com o presidente do TCDF. Além de reunir, na Fnac do Park Shopping, mais de 400 youtubers – novas mídias – para uma noite de música e troca cultural.

“É preciso pensar e unir quem está a frente das novas vertentes da mídia. Há tendências inovadoras no mundo da comunicação e é primordial dialogar com várias frentes. O TCDF tem um importante papel na cidade. E nunca esteve tão ativo”, destaca o coordenador do Movimento dos Blogueiros, Eldo Gomes.BlogsDF_TCDF_008

Há, atualmente, mais de 150 blogs, sites, web jornais e produtores de conteúdo para as plataformas digitais – cadastrados – no movimento dos blogueiros. Não á diferenciação para ingressar no grupo e vir participar das diversas ações realizadas em Brasília.

Saiba mais
Movimento Social dos Blogueiros & Novas Mídias
Página no Facebook: https://www.facebook.com/BlogueirosENovasMidiasDeBrasilia
Site: http://culturadigital.br/movimentodosblogueirosdebrasilia/
Email: BlogueirosDF@gmail.com

Fonte: Cultura Digital

Beauty Bar é a nova sensação entre as belas e poderosas frequentadoras da Praia de Brasília

O salão de beleza Zug Hair and makeup, no Lago Sul, garantiu uma comodidade extra para quem frequenta a Praia de Brasília, localizada na orla do Lago, atrás da Concha Acústica. O Beauty Bar é um stand pronto para receber quem precisar retocar a maquiagem e dar um “up” no cabelo durante os eventos na Praia. Com parceria com a loja Quem Disse, Berenice?, do Pátio Brasil, são disponibilizadas maquiagens da marca, além de equipamentos para arrumar o cabelo e duas assistentes que podem ajudar nos retoques. O atendimento acontece às sextas-feiras de 17h às 22h e aos sábados de 15h às 22h, com entrada livre.
Quem passa pelo Beauty Bar pode pegar uma raspadinha do salão e ganhar brindes que vão desde uma taça de espumante com massagem nos pés a desconto em mechas ou maquiagens.
Mais informações: (61) 3263-7553 e e Facebook Zug Hair and Makeup.

SERVIÇO:

Beauty Bar do Zug Hair and Makeup na Praia de Brasília
Onde: Praia de Brasília – Orla do Lago, ao lado da Concha Acústica, no hall dos banheiros femininos
Quanto: Gratuito

Fonte: Infinito Comunicação

Usei e Recomendo – Nokia Asha 302

Voltando! Ja devem ter reparado que os meus reviews são uns “clássicos” de aparelhos que em muitos casos nem são mais produzidos. No entanto, é possível acha-los facilmente no mercado, na maioria usados e em alguns casos novos.
Como o meu Blackberry Bold estava dando uns chiliques, foi atrás de um outro aparelho que tivesse um teclado Qwerty. Me veio na memória e depois na pesquisa, o Nokia Asha 302. Lembrando que essa séria Asha da Nokia começou a aparecer no Brasil lá pelo fim de 2011 e ainda hoje tem aparelhos em linha.
Vamos ao bicho;
O 302 é um celular de bom tamanho, cabe no bolso, é bonito e lembra um pouco os designs da linha E, como o E71 e E72. Ele é mais redondinho, não tem o acabamento tão bom quanto os celulares da linha E. Ele não é um celular dos mais top, mas entre o baixo preço se faz uma boa opção. O Nokia Asha 302 não tem GPS, mas traz para a nossa alegria, 3G, mp3, Wifi, Rádio, Bluetooth e uma ótima navegação na web pelas conexões tipo HSDPA e HSUPA.
A tela tem uma qualidade aceitável, a câmera é de 3,2 Megapixel, sem flash. Com essa resolução, só funciona legal em ambientes bem iluminados mas está lá para quebrar o galho. O interessante é a capacidade dela filmar em qualidade VGA (640×480), qualidade que editando direitinho, da até para jogar alguma coisa no Youtube, como aqueles videozinhos caseiros; da vovó caindo, da criança se melando com a papinha. O legal é que o 302 vem com um processador de 1Ghz, o que faz o sistema rodar tranquilo, sem travamentos.
O Sistema Operacional é o S40, que não é lá essas coisas, mais permite que você instale vários aplicativos, como o quase obrigatório “Whatsapp”. Embora, por algum motivo, no meu não funcionem bem, ele ja vem preparado para o acesso as redes sociais, como o Facebook e Twitter através de aplicativos pré instalados. Caso você não consiga utilizar as redes por meio desses aplicativos, pode baixar novos ou ainda usar o Navegador Opera Mini, que vem substituindo os navegadores nativos da Nokia.
A bateria tem uma boa duração, mas pode ser prejudicada ou funcionar de forma estranha se o 302 que você possuir for de algum dos lotes em que a mesma veio folgada. Isso mesmo! Fiz algumas pesquisas e descobri que o Nokia Asha 302 tem esse problema. O que tenho em mãos, se sacudir, da para ouvir ela bater de um lado para o outro dentro do celular.
Com essa falha, a bateria pode não carregar direito, o celular pode ligar e desligar sozinho, enfim, o desempenho de carga fica afetado. A SOLUÇÃO que encontrei, foi deixar o espaço mais justo. Nada como um gato, um pedaço de papel dobrado em cima da bateria, entre ela e a tampa traseira praticamente sanou esses problemas.
Quase completo, para quem quer um aparelhinho que caiba no bolso, rápido para digitar e ainda usar a web, o Asha 302 é uma ótima opção.

Jeff Lima

UBER – A polêmica continua em Brasília, mas Rollemberg veta projeto proibitivo

Muitas pessoas são resistentes a mudanças, mas devemos concordar que mudanças são necessárias para a evolução. Quando falamos em serviços de utilidade então…a coisa fica ainda mais interessante.
A polêmica da vez é a briga da classe dos taxistas de Brasília contra os motoristas do serviço UBER. Devemos admitir que o transporte na Capital não é lá essas coisas, e quanto mais opções o consumidor tiver, mais fácil será o deslocamento por dentro da cidade.
Com um medo enorme da concorrência, pois sabem das suas taxas absurdas e em muitas vezes um serviço mediano, os taxistas estão lutando para serem os únicos a dominar o mercado em transporte feito por carros no DF. Toda essa briga, que mostra a ignorância de alguns taxistas brasilienses ao ameaçar pessoas e amedrontar passageiros em carros do Uber, prova que é mais que necessária uma qualidade maior de serviço.
Para começar o Uber não é um tipo de transporte público, como os táxis. Para usar os carros, todos que usam o aplicativo se associam, cadastram os seus dados, tudo certinho, quase como se fosse um clube.
O serviço normal de táxi difere disso, pois é um transporte público! O Uber é privado e acionado por demanda dos associados. Como o brasileiro adora uma bagunça…agride, reclama e manifesta ao ponto de presenciarmos as cenas de desrespeito com as pessoas que também estão tentando trabalhar e aos seus clientes.
Outra história e o caso do faturamento. Os táxis de brasília estão em baixa e o sindicato reclama do financeiro. Segundo eles, estão ganhando muito menos que em anos anteriores e com a chegada do Uber seriam muito prejudicados. Para resolver basta colocar as tarifas mais competitivas, melhor a qualidade do serviço e principalmente da EDUCAÇÃO dos condutores. Andamos tendo uma amostra do quão educados alguns são.
Em muitas cidades os dois serviços coexistem, o que é um respeito ao consumidor. Quanto mais concorrência, melhores opções e oportunidades de inovação em qualquer serviço. Brasília é moderna, deve ter serviços modernos e não parar no tempo se negando a evolução, no caso, dos transportes.
Parabenizo ao governador Rodrigo Rollemberg por vetar o projeto que proíbe os carros do Uber no DF. Agora ele está montando uma turma para adequar o serviços para a regularização. Apesar dos poucos que são contra o serviço do aplicativo, os brasilienses estão se mostrando a favor do Uber, através de entrevistas na Tv e principalmente nas Redes Sociais.
Que o Governo de Brasília ouça a opinião do consumidor e trabalhe para a melhor solução possível para a existência dos dois serviços na cidade.
Jeff Lima (Coluna do Jeff)